Este é o original Armory, onde a 1906 muskrat jantar foi realizada. (FOTO CORTESIA DA COLEÇÃO MICHAEL HUGGINS.)▲

por David L. Eby

para o Monroe News

mil pessoas participaram do jantar anual Monroe Yacht Club muskrat em 1906. Isso é um monte de gente, mas eles estavam originalmente esperando 3.000 participantes.

o número de ratos almiscarados preparados para isso era de 2.100; o número comido era de 1.800. Naquela época, Monroe levava suas festas a sério. Realizada Dezembro. 28, foi um evento durante toda a noite e incluiu entretenimento ininterrupto. Os participantes vieram da cidade de Nova York; Seattle; Bismarck, ND; Saginaw, Bay City, Detroit, Ypsilanti, Mount Clemens, Adrian, Blissfield, todo o Condado de Monroe; Toledo, Cleveland, Put-in-Bay e outras comunidades de Ohio.

o Presidente da Comissão dos arranjos foi o Comodoro Charles E. Greening. O provedor de muskrats era o Comodoro William C. Sterling. Os ratos almiscarados saíram do Pântano Monroe. O fornecedor era George C. Wahl. A culinária dos ratos almiscarados estava sob a supervisão direta do Chef Ed Lemerand, descrito como o melhor cozinheiro de ratos almiscarados da terra.

os preparativos foram feitos em uma escala extravagante e as esperadas 3.000 pessoas poderiam ter sido acomodadas. Um anexo de 100 por 40 pés foi construído ao sul do Arsenal e quase todo o comprimento foi usado como um bar, de cujas receitas dependiam em grande parte do sucesso ou fracasso do projeto. Isso porque a admissão de US $1 não conseguiu cobrir as despesas do entretenimento teatral e o custo de pegar, preparar e servir os ratos almiscarados.

dois motivos foram os principais responsáveis por minimizar o atendimento de fora da cidade: chuva à noite e o fato de que o dia chegou muito cedo depois do Natal. Também foi um fato notável que, fora do Monroe Yacht Club, entusiastas e empresários, havia muito poucas pessoas Monroe presentes. Muitos que anteriormente compareceram estavam ausentes e, quando perguntados, quase invariavelmente respondiam que pensavam que haveria uma multidão muito grande e que nada mais seria do que uma bebedeira. Ambos os medos se mostraram infundados.

Maior evento Monroe

Enquanto os lucros não eram grandes, o objetivo principal era oferecer um exemplo de Monroe Iate Clube de hospitalidade e dar Monroe único fama em seu título de ser a “Muskrat Cidade do mundo.”

os rhymesters também se ocuparam e começaram a expressar seus sentimentos em metros adaptados a músicas populares. Detroit forneceu o seguinte, ao ar de “Tammany”: “Muskrat town, muskrat town-Detroit está tudo bem em ver. Mas Monroe é o lugar para mim. Assá-los brown, assá – los brown, Molho, Molho, Molho, Molho-sufocá-los para baixo.”

o Columbia Yacht club de Chicago tinha um bushel de canções, mas seu favorito era este: “dê nossos cumprimentos A Monroe; lembre-se de nós para C. e Greening, também. Diga a toda a gangue e Com. Sterling que eles são os melhores que já conhecemos. Diga isso em nossos corações; temos um desejo de comer nosso rato almiscarado aqui; dê nossos cumprimentos ao Monroe Yacht Club e diga que todos voltaremos no próximo ano. R-A-t-s!Detroit, Toledo e Chicago papers deram artigos ilustrados especiais sobre o evento e a Western Union Telegraph Company pensou que era de importância suficiente para executar um fio especial para o Arsenal e enviar um especialista para baixo para lidar com isso. O salão de perfuração do Arsenal, onde o banquete foi realizado, nunca apresentou uma aparência mais festiva. Bandeiras e bunting em quantidades luxuosas tetos e paredes enfeitados; quase todo o West hall foi ocupado com um enorme sinal elétrico de “boas-vindas”. O centro do chão ficou claro e foi exibida uma casa de ratos almiscarados, assim como visto no pântano. Um rato monstruoso estava empoleirado em seu pico e as duas saídas, dispostas com vidro para dar o efeito de gelo e água, cada uma tinha um grande rato. Foi a ideia de Com. Sterling, que a propósito, também fez a casa. Foi um grande sucesso, já que 90% dos presentes não sabiam como era um rato ou uma casa.

música em todos os lugares

no anexo estava a banda Monroe Cornet; no salão de banquetes, a orquestra de Detroit de Mann oficiou o programa teatral. O sucesso musical foi a banda alemã de Detroit, liderada por um irlandês, Tom Lynch, e vestida com velhos uniformes franceses enquanto tocava o “Marselha” quase continuamente. Em momentos inesperados, eles saíam e percorriam as multidões.

no teatro eles entraram enquanto um quarteto cantava, marcharam para cima e para baixo nos corredores e até para o palco, onde pararam e deram sua seleção com energia dupla. O programa regular foi suspenso por enquanto.

todos os privilégios de restauração foram de George J. Wahl, Gerente da casa Wahl. De parboiling os ratos para servi-los à mesa, ele lidou com todos os arranjos. Os privilégios de bar também eram dele. As mesas de banquete pareciam tão limpas quanto as de qualquer hotel. Considerando o número de ratos almiscarados servidos, eles eram notavelmente bons e nenhuma falha pôde ser encontrada com eles.

ele trouxe sete garçons profissionais para supervisionar o serviço, enquanto 13 voluntários do yacht club ajudaram. Seu trabalho foi excelente, sem esperar durante toda a noite. Os ratos foram cozidos em milho doce, purê de batatas e manteiga, cole slaw, aipo, pão e café também sendo servidos. Não havia limite para o número de ajudas e na manhã de terça-feira eles encontraram um indivíduo que confessou ter comido cinco ratos, mas não tinha comido nada desde então.Wahl tinha 10 bartenders Especialistas De Detroit e Toledo, cuja especialidade era “coquetéis de rato almiscarado” a 20 centavos por bebida. Apenas uma marca de cerveja foi servida: a Koppitz-Melchers Brewing Co. de Detroit que preparou uma bebida especial para o evento e projetou um rótulo de rato almiscarado adequado para a garrafa. A cerveja e o rótulo se mostraram populares, pois ninguém se importava com nenhuma outra marca e muitos encharcavam os rótulos das garrafas e os levavam para casa como lembranças.

discursos e atos em grande quantidade

depois que a maioria dos banqueiros satisfez seus apetites, um programa de discursos e números de vaudeville foi dado no teatro, ao qual todos pareciam bem-vindos. O general George Spalding atuou como mestre de cerimônias. O discurso de boas-vindas foi dado pelo prefeito Sisung, que em uma recepção bem-humorada colocou todos de bom humor.

um dos melhores discursos da noite foi o do Exmo. Burton Parker, desta cidade, em ” Michigan, o estado do rato almiscarado.”Houve um concurso de boxe para uma medalha de prata no campeonato. Os visitantes estavam preparados para a coisa real e quando foi anunciado que o xerife “Jimmy” Burns, de Detroit, arbitraria as competições, eles se perguntaram o que aconteceria em Lansing quando a notícia vazasse.

a risada estava sobre eles quando a cortina subiu e dois pequenos jovens, Brodbeck e Schaske, foram apresentados respectivamente como Jeffries e Corbett. Eles deram três rodadas deliciosamente interessantes e inofensivas com as decisões indo para Schaske. A “batalha real” mais tarde no programa foi ainda mais divertida. Seis ouriços foram colocados no ringue de uma só vez e receberam a palavra para se atacarem. Sempre que um competidor era forçado a se ajoelhar, ele tinha que se aposentar, o que ficava de pé por mais tempo para conseguir a medalha de prata. O jovem Brodbeck foi o vencedor.

o número que mais despertou curiosidade foi o programa com ” Madame LaDue, em danças orientais.”Quando a dançarina apareceu e passou por algumas incríveis acrobacias Orientais, todo mundo ficou encantado. E quando, como um encore, o artista cantou “provocações” nos tons soprano mais puros, eles votaram que o dançarino era o melhor de todos os tempos. Mas eles tiveram uma queda repentina quando o dançarino desmascarou e se revelou como um homem bastante careca.

os banquetes anuais de ratos almiscarados foram a ideia do Major Godfroy em 1903, quando algo tinha que ser feito para levantar a dívida do Monroe Yacht Club. Tornou-se um evento de arrecadação de fundos estabelecido por muitos anos.David L. Eby é o Editor do Boletim Informativo da Monroe County Historical Society. Ele pode ser alcançado em [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.